Lejos de Rumania

 

 

Naciste marcada a fuego por
artificios orientales.

Mateo B.

 

Uzbekistán
Subo por tus deditos frágiles
un bicho inconsistente – – – – Hambriento

Tadjikistán
Oliendo cada centímetro de carretera
En tu piel fronteriza

Kirguistán
somos lloviznas – – – – mercenarias
Humedeciendo sonetos ambiguos

Pakistán
Entreabre labios rojos
Hurgando pliegues cosmopolitas

Turkmenistán
Al fin/ siembro huellas
Desairadas en tus cerros.

Anúncios

2 comentários em “Lejos de Rumania

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s