Contemplo o lago mudo…

    Contemplo o lago mudo
    Que uma brisa estremece.
    Não sei se penso em tudo
    Ou se tudo me esquece.

    O lago nada me diz,
    Não sinto a brisa mexê-lo
    Não sei se sou feliz
    Nem se desejo sê-lo.

    Trêmulos vincos risonhos
    Na água adormecida.
    Por que fiz eu dos sonhos
    A minha única vida?

    Fernando Pessoa, 4-8-1930
Anúncios

5 Comments

Add yours →

  1. Obrigada pela visita !

    Curtir

  2. Bom dia parabens pelo seu blog e o meu obrigada pela vista
    beijo fran

    Curtir

  3. Gracias por el comentario, ahora me voy a tomar el trabajor (o placer) de leer las tuyas. Abrazo, desde Mar del Plata Argentina

    Curtir

  4. Bello y cristalino, me gusta…

    Curtir

  5. muuuuuuy lindo…
    increible….
    hay sensaciones tan universales q la barrera del idioma no existe.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Viajar por Transilvania

Los mejores sitios qué ver y visitar en Transilvania, el corazón de Rumanía.

El Ojo con Dientes

Una publicación efímera, como todo

La talega de pan

Saco integral de reflexiones singulares...

enlareddeltiempo

Bitácora personal de Yannis Lobaina.Compartiré mis ideas, experiencias de vida entre Cuba-Canadá y el Mundo que me queda por recorrer.

Mundo Citizen

L.A.-raised, Obama deportee (2009), counting down the days left in my 10-year US re-entry ban. I write in English and sometimes en español. De Frontera a frontera.

%d blogueiros gostam disto: